O presidente da FIFA, o suíço Gianni Infantino, vai continuar no cargo por mais quatro anos, dado ser o único candidato às eleições, confirmou hoje o órgão que tutela o futebol mundial.

Saiba mais em Jornal de Notícias