“O continente americano foi o principal porto de destino da emigração madeirense no século XIX, recebendo 98% dos emigrantes saídos da Madeira. São três as principais áreas de destino: Antilhas inglesas, América do Norte e Brasil.” Segundo documentos da História e Autonomia da Madeira, da Secretaria Regional da Educacao e Cultura, ainda no século XIX milhares de madeirenses seguidores do pastor Robert Kalley são “obrigados a emigrar por motivos religiosos.”
No século XX, estes destinos continuaram a absorver mão-de-obra madeirense, abrindo-se no entanto, novos mercados, com destaque para a África do Sul, Venezuela e, na segunda metade do século XX, vários países da Europa, como a França, Alemanha, Reino Unido, em especial as ilhas do Canal.
Neste edição do Milénio, destacamos a história de Manuel Camacho, um dos muitos filhos madeirenses, que deixaram aquele arquipélago, com destino ao Canadá, na década de 50. Manuel Camacho, nasceu em São Roque, na ilha da Madeira, no dia 6 de janeiro de 1919, emigrando em 1953, para este país. Chegou a Halifax no dia 2 de junho, tendo depois sido enviado para Vancouver onde trabalhou numa quinta de criação de gado.
Venha conhecer a história deste e de outros pioneiros, visitando a Galeria dos Pioneiros Portugueses, um espaço dedicado ao movimento migratório de Portugal para o Canadá.
Apelamos por isso aos nossos/as leitoras, que partilhem as histórias de familiares ou conhecidos que emigraram, para que a nossa herança no Canadá não seja esquecida. Contate-nos por telefone: 647 994 5840, 647 748 0960, ou por email: info@galleryoftheportuguesepioneers.com.

Read more on Milenio Stadium