A Galeria dos Pioneiros Portugueses inaugurou uma árvore de Natal e um presépio típicos, os quais representam aspetos do Natal tradicional comemorado nas aldeias portugueses, e que fazem parte do memorial dos/as pioneiras. A iniciativa, da curadora Humberta Araújo, contou ainda com a participação de diversas idosas, que através das suas memórias de infância, puderam reconstituir algumas formas decorativas do pinheiro tradicional, o qual tenta representar, aspetos únicos desta tradição, tanto das regiões autónomas, como do continente português.
A decoração contou ainda com um grupo de crianças, que durante uma oficina de trabalhos manuais aprenderam a reconstituir alguns destes ornamentos, com os quais, elas próprias decoraram a árvore.
Dos figos, às tangerinas, passando pelos postais de Natal, os balões, as pinhas, o algodão, as grinaldas e fios feitos com os produtos da terra da época, nomeadamente as castanhas, os amendoins e as chamadas ”freiras”, ou seja fios construídos de pipocas, e as estrelas de pratas de chocolate. Das memórias, foi reconstituida a árvore comunitária portuguesa. Momentos únicos de alegria, de descoberta, de convívio e de passagem das tradições, marcaram a tarde do domingo.
O presépio agora em exposição, reconstroi de forma simples, o dia a dia tipico de uma aldeia com figurinos antigos, alguns deles com mais de 100 anos, assim como o musgo, o trigo e ervilhaca. De salientar ainda, que o mesmo conta ainda com belas reconstituições artísticas do pioneiro Jose Luis Carreiro, entre elas o Império do Divino Espiírito Santo, carros de bois e de cavalo. O evento recreou também uma mesa típica de natal, onde foram servidos aos visitantes a “mijinha” do menino (licores típicos da época), os figos secos, os amendoins as tangerinas, nozes, a massa sovada, o bolo rei.
Foi uma oportunidade, que possibilitou aos presentes, reviver o verdadeiro calor do Natal, numa sentida partilha entre a família portuguesa, em redor da conversa, dos licores e das guloseimas simples e tradicionais.
O evento serviu também para um contato importante com canadianos , que visitaram a galeria entre eles, Damian Jogie, antigo aluno da Oakwood Collegiate, que na companhia de dois amigos, vieram pela primeira vez à Galeria.
“Passávamos por aqui muitas vezes, mas não sabíamos exatamento o que era. Vimos a porta aberta e o convite e fiquei muito surpreendido pela riqueza que existe nesta galeria, que faz parte também da história da nossa comunidade e da minha. Foi muito bom participar convosco nesta festa de Natal, conhecer as vossas tradições portuguesas e poder provar os vossos licores típicos. Este é um lugar muito bonito. Gostei muito da experiência e pretendo trazer mais pessoas para visitar este museu.”
A comunidade portuguesa está assim convidada a visitar este espaço cultural e histórico durante a quadra natalícia, para verem o presépio, a qual culminará com uma cantata aos Reis, a ter lugar no dia 6 de janeiro.
A Galeria dos Pioneiros Portugueses tem as portas abertas todos os dias da semana, exceto segunda e terça-feiras das 9 as 18 horas. Para acompanhar as atividades da Galeria, visite a sua página no Facebook

​​​​​​​


via Milenio Stadium