Current track

Title

Artist

Current show

Mundo Mix

1:00 pm 5:00 pm

 

Current show

Mundo Mix

1:00 pm 5:00 pm

 

Background

Mais de 60 artistas vão juntar-se num mega festival de arte urbana em Lisboa

Written by on July 2, 2021

festival de arte urbana em Lisboa - Camões Rádio - Portugal

O festival vai ter 25 intervenções de street art, três exposições, duas instalações e um workshop.

 

Entre 3 e 11 de julho, a quarta edição do MURO Festival de Arte Urbana vai trazer a Lisboa mais de 60 artistas nacionais e estrangeiros que, em nome individual ou em coletivo, vão realizar 25 intervenções de arte urbana no Parque das Nações, três exposições, duas instalações e um workshop.

A partir do primeiro fim de semana do festival vai poder apreciar as intervenções artísticas de forma livre. No segundo, terá a oportunidade de o fazer numa visita guiada a pé ou de bicicleta.

O festival junta vários tipos de artistas com diferentes graus de reconhecimento. Haverá obras de artistas emergentes, bem como de nomes já consagrados na comunidade da street art. Há, também, artistas que se estreiam pela primeira vez no País. O destaque vai para o graffiti, vertente que já começa a estar visível por todo o Parque das Nações, em pilares da Ponte Vasco da Gama, campos de basquetebol, empenas de prédios, atravessamentos pedonais e muros de comboio.

O lema desta edição é “O Muro que nos (Re)Úne”. Este ano, o festival apresenta três núcleos de programação em três zonas do Parque das Nações e um ponto de encontro: a Gare do Oriente.

O núcleo da Multiculturalidade, no Casal dos Machados, interliga os conceitos de comunidade, nações, culturas e igualdade através de intervenções em empenas dos edifícios e muros pelos três vencedores do Open Call Artista do festival: Juan José Surace, MOTS e Rocket01.

O núcleo da Sustentabilidade fica na Avenida de Pádua e traz-lhe o constante desenvolvimento do ambiente e qualidade de vida em Lisboa. Aqui, poderá ver intervenções de Bordallo II, do Grupo Visegrado e da Dupla RCLS.

O último núcleo é o da Cultura Urbana, talvez o mais importante do festival. Situado no Parque do Tejo, este traz-lhe peças do consagrado Odeith, da colombiana Zurik, de Nuno Viegas, do coletivo Thunders e de Trafic.

Durante o festival vai poder ver três exposições: “Obliquity”, de Odeith; “Karma”, promovida pela Crack Kids; e “The Plastic Hike”. Vão estar na Gare do Oriente, o ponto de partida do festival. As instalações de Fahr021.3 e de Rita Cabaço também poderão ser vistas neste local. O acesso a todas estas obras é livre, e poderão ser visitadas entre as 10 e as 21 horas.

O workshop “Sopa de Letras” será guiado por João Varela, cujo objetivo é a experimentação e contacto com diversas técnicas comuns de arte urbana, como o stencil, paste-up, caligrafia com tinta plástica e spray. Poderá participar nesta atividade nos dois fins de semana do festival (3, 4 e 10 e 11 de julho). O workshop é gratuito, com capacidade para entre seis a oito pessoas. Precisa, no entanto, de fazer uma reserva. Para o fazer basta enviar um email com o nome, número de pessoas, data e hora pretendidas para [email protected]

Pode encontrar a programação completa no site do evento, que mais tarde terá informações adicionais.

 

Fonte: NIT

 


Download our app
android-app-store-app-store-and-android-icons-11553546864dl6gbnzyt2 (1) camoes radio - android-app-store-icons (2)