Home
  • Home
  • Blog
  • Projeto em andamento para unir associações portuguesas no Canadá e criar a Casa de Portugal

Projeto em andamento para unir associações portuguesas no Canadá e criar a Casa de Portugal

22 September 2016 Blog


A dirigente da Associação Portuguesa do Canadá (APC) levou esta semana à imprensa uma preocupação que já não é novidade entre as coletividades portuguesas em solo canadiano: podíamos ser mais unidos.

Conceição Ferreira quis frisar que na comunidade portuguesa o grande problema é existirem muitas associações e clubes, e avançou com uma proposta em termos práticos: tentar a união com outras associações e formar uma Casa de Portugal.

A APC, a associação portuguesa no Canadá mais antiga no país, fundada a 7 de janeiro de 1956, já tem uma comissão que está a estudar a fusão com outras coletividades em Montreal.

Mais dia, menos dia acontece. Ou se unem dois ou três clubes, ou vão fechando as portas. Não quero ser pessimista, mas julgo que o futuro será esse. Tem que se fazer algo, porque senão será uma morte lenta”.

Segundo Conceição Ferreira, numa Casa de Portugal seria mais fácil trabalhar em conjunto. A dirigente defende esta fusão das coletividades fruto das vicissitudes do associativismo, nomeadamente no rejuvenescimento das direções, e a burocracia com que cada vez mais se deparam, além da formação e profissionalismo exigidos aos diretores.

Os voluntários estão desgastados. São sempre os mesmos, e têm que desempenhar várias funções, no bar, na cozinha, na limpeza. Depois há as dificuldades nas exigências dos vários governos, tem que ser tudo declarado, têm que ser responsáveis e saber preencher formulários e documentação, sublinhou à agência Lusa.

Os últimos dados oficiais, recolhidos em 2011, dizem que há 429 mil portugueses e lusodescendentes no Canadá, dos quais 46.535 estão em Montreal.


, , , , , , , , , , ,

Share