Current track

Title

Artist

Current show

Passado ao Presente

8:00 am 9:00 am

 

Current show

Passado ao Presente

8:00 am 9:00 am

 

Background

Cristiano Ronaldo cede hotel para abrigar sobreviventes do terremoto no Marrocos

Written by on September 17, 2023

 

Além de ídolo, é um exemplo de solidariedade e empatia. O jogador de futebol português Cristiano Ronaldo cedeu o hotel dele para abrigar sobreviventes do terremoto no Marrocos. O país foi atingido por uma série de tremores de terra, os mais intensos desde 1960.

O hotel Pestana CR7 Marrakesh de Cristiano Ronaldo em Marraquexe, uma das principais cidades do Marrocos, virou refúgio para os sobreviventes. O terremoto de 6,8 na escala Richter ultrapassou mais de 3 mil mortos.

Quatro estrelas, o Pestana CR7 tem piscina, academia, jardim, bar e restaurante. No caso dos turistas, abrigados no saguão, esperam que seja normalizada a disponibilidade de novos voos para deixarem o país.

 

 

Solidariedade

 

No saguão do hotel, os turistas que sobreviveram à tragédia comemoraram a empatia e a solidariedade do ídolo do futebol. “Conseguimos entrar no hotel do Cristiano Ronaldo, que fica na periferia, para nos ceder um quarto”, disse Irene Seixas, de nacionalidade espanhola.

Segundo Irene, antes do hotel de Cristiano Ronaldo tanto ela como outros estavam dormindo na rua. “[Às] sete da manhã eles nos disseram que sim, poderíamos entrar”, afirmou.

No começo do ano quando a Turquia foi atingida por um forte terremoto, Cristiano Ronaldo também ajudou, enviando um avião com doações. Desta vez no Marrocos, várias organizações e empresas sediadas em Marraquexe ofereceram assistência às pessoas afetadas pelo terremoto.

 

Tremores de terra

 

Na sexta-feira (8), o Marrocos foi atingido pela série de tremores de terra. O número de mortos no violento terremoto que atingiu Marrocos, segundo os últimos dados, chegam a mais de 3 mil mortes, segundo o Ministério do Interior.

Pelo menos 2.421 pessoas ficaram feridas, além numerosas famílias desabrigadas e desalojadas. Este é o terremoto mais intenso que atingiu o Marrocos, desde o que destruiu Agadir, na costa oeste do país, em 29 de fevereiro de 1960. Na ocasião 15 mil pessoas morreram.

 

Fonte: Sonoticiaboa