Current track

Title

Artist

Current show

Antena 1

12:00 am 8:00 am

 

Current show

Antena 1

12:00 am 8:00 am

 

Background

Quatro filmes portugueses chegam ao Festival de Berlim

Written by on February 11, 2021

filmes portugueses chegam ao Festival de Berlim - camões rádio - berlim

 

A Berlinale desenrola-se em duas etapas, no espaço digital, entre os dias 1 e 5 de março. Diogo Costa Amarante é um dos portugueses a estrear ali o novo filme.

A Berlinale foi o último grande festival de cinema de 2020 a desenrolar-se sem que o mundo estivesse ainda consciente dos graves perigos que o rodeavam. Terminou no dia 1 de março, duas semanas apenas antes de o nosso país ter entrado no primeiro confinamento.

Na ausência de normalidade, a edição 71 vai desenrolar-se em duas fases: de 1 a 5 de março, online, para a indústria, com as atividades do mercado, e para um grupo de jornalistas selecionados, onde se encontra o JN. No verão, espera-se, com os filmes premiados a serem exibidos para o fiel público berlinense. Compreende-se: em 2020 foram vendidos mais de 400 mil bilhetes.

Apesar de ausente da competição, o cinema português estará presente, com seis produções. Nas curtas-metragens, categoria em que temos uma tradição recente, com a conquista de dois Ursos de Ouro da categoria consecutivos, para “Balada de um Batráquio” e “Cidade Pequena”, de Diogo Costa Amarante, vamos assistir ao novo filme deste último realizador, “Luz de Presença”, bem como “Nanu Tudor”, da moldava Olga Lucovnicova, uma coprodução entre Portugal, a Bélgica e a Hungria.

A curta de Amarante centra-se no desgosto amoroso de Gonçalo, um homem que, numa noite chuvosa, sai de casa para entregar uma carta a quem o abandonou. Pelo caminho, cruza-se com uma mulher que o avisa para ter atenção à estrada, porque o piso está escorregadio. O homem cai da sua mota e é assim que conhece Diana.

Na secção paralela Fórum, Susana Nobre estreia mundialmente o documentário “No Táxi de Jack”, que a realizadora descreve como “um road-movie fechado que, em vez de nos levar num traçado retilínio, faz-se num movimento concêntrico sobre a história da vida de Jack”, um homem de 63 anos que, apesar de estar quase na idade da reforma, vê-se obrigado a cumprir as regras do centro de
emprego.

Finalmente, no Forum Expanded, sobre formas artísticas que ultrapassam os limites da arte cinematográfica, estarão o filme-dança de Welket Bungué, “Mudança”, com a deputada Joacine Katar Moreira; o trabalho de Ana Vaz, “13 Ways of Looking at a Blackbird”, e a coprodução com a Áustria “Night for Day”, da artista visual britânica Emily Wardill.

Entretanto, foram revelados apenas quinze filmes a competir pelo Urso de Ouro onde, além de várias produções germânicas, realizadas por Dominik Graf ou Daniel Bruhl, vão estar os últimos filmes do coreano Hong Sangsoo (“Introduction”), e dos franceses Céline Sciamma (“Petite Maman”) e Xavier Beauvois (“Albatros”), além de filmes da Roménia, Irão, Japão, Hungria e México.

A lista de dezenas de filmes no Panorama, nos Encounters ou nas sessões especiais, mostra que apesar de as salas estarem fechadas, a produção continua e o cinema está vivo.

 

Fonte: JN


Download our app
android-app-store-app-store-and-android-icons-11553546864dl6gbnzyt2 (1) camoes radio - android-app-store-icons (2)